Total de visualizações de página

domingo, 31 de outubro de 2010

A ju a Guiar

Sonhei te ter em meus braços
num eterno abraço do jeito que for
Sonhei te ter aa alegria
Pois, não te ter é tristeza,
E rima com dor.


Não sei o que fiz de errado,
Para ter teu amor,
meu coração rejeitado,
Será que errei na alegria,
será que errei na timidez?
O único que não errei,
é saber que te quero outra vez,

Mas vejo que pelo que dizes
Serei um eterno sonhador,
E sonharei ter-te em meus braços
Num eterno abraço do jeito que for

sábado, 30 de outubro de 2010

Sangue Cinza III

Megalosapiens acordou de um pesadelo,
Na mesma cama que havia dormido,
Lavado em agua, como pau,
Levantou-se de seu tumultulu.
E seguiu a metropole.
Era mais um dia comum.
Como um dia era a mais.
Rotina, ruas pequenas e um vendedor frances.
Na saida de seu imovel,
Moviam-se todos os conterraneos,
Terraqueos mundanos, dizendo-se comtemporaneos,
O asfalto não lhe falta aa vista.
Parece que todo o mundo foi coberto.
O ar toma conta de seus pulmoes,
Ele tosse e sabe que está em casa.
Ajeita seu chapéu contra raios UVA – UVB – UVC...
E move os pés por cima da rua.
Chegou ao limite de não saber
Se o que pisa é dejeto, gente ou feto.
Segue o caminho em megapassos,
E acredita haver chegado onde ia.
Aqui nada se perde diz a placa,
tudo se encaminha,
Segue o curso,
Sobe ao decimo,
Megalosapiens senta, sorri e sauda.
Espera a hora da maquina,
E volta a si as 6. Em ponto,
Dalí pra frente diz ser livre qual França.
Mas ainda educa os seus como animais,
Ainda forma laços maquiavelicos,
ainda traga o peso da genetica,
E continua sendo um numero/barra/numero.
Seu tamanho sateliza sua força.
Diluindo sua vontade de mudança.
Mudo segue megasapiens frente ao mundo.
Aceita o clima, as mudanças, as censuras,
Dizendo ser alheio ao poder.
Torna a casa, quando lhe conveem
Tomba-se no mesmo drama,
Assiste novela como se fosse sua.
Se identifica com a esperança alheia,
Dorme e tem sonhos insolitos,
ele é deus, os seus são todos Ele,
Perdido nesse infinito de si,
Megalosapiens acorda de um pesadelo.....