Total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Puverdade

Porque é tido como errado.
Apaixonar-se por alguem novo.
Um adulto visto depravado.
É motivo de repudio e estorvo.

Quando joga seu encanto puro.
O leite de seu cheiro aguça o pecado.
Emociona e mantem duro.
O velho prazer do obcecado.

Qual beleza é o encanto da jovem.
Aos olhos do amante proibido.
Seus olhos - conquistam a ordem;
Sua ternura, a madura libido.

Como envolve a facil presa.
Lhe tem aa sua vontade ingenua.
E constroi sua vida de realeza.
Sobre a antiga carne tremula.

Onde queira tem seu dote.
E seu charme é não quere-lo.
Seu padrinho a tem por forte.
A razão de seu doidelo.

Nenhum comentário: