Total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Linguofilo

Eu,
Te amo em letras,
Em tuas virgulas abertas
Tuas linhas, cada traço.
Te amo em sintaxe
Em teus paragrafos rispidos,
Teus hiatos heroicos,
Amo tuas entrelinhas,
Tua gramatica intensa,
Teu versar em prosa,
Tua fossa.
Te amo em estrofes,
Eu te amo, Ama.
Amas tu quem te ama em desespero?
Eu
Te
Amo
em silabas.
Em tua morfologia de fel.
Teus signos realiztados.
E sempre te amarei.
Como amo um livro sagrado
Como servo de ti.
Como a mãe que perdi
Amo do vocabulario.
Como amo-te.

A cada palavra tua.
Meu peito escreve branco.
O pobre musculo do tranco,
Amarelado corrido.
Apertando todos os sonhos
Que nao pöde amar.

Implo(ra)ode.

Sentimento subjetivo
De quem ama em letras.

Um comentário:

BelaCavalcanti disse...

Ce escreve, muito bem! PARABÉNS! Vou te adicionar. to cansada desses blogs...e o seu é tão diferente.