Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de maio de 2008

É meu o posto!

Opostos se atraem,
almas gêmeas se traem.
Emudeça enquanto o outro fala,
grite enquanto a outra cala.
Iguais se repelem,
antagônicos se juntam.
Diferença fugaz,
semelhança tenaz.


Quem concorda
não acorda,
não dá pano nem corda.
A discórdia dos úteis
nada tem da concordância dos fúteis.
Repudio há,
por alguém que complete frases,
Fases! Tá
Por essência,
a toque de caixa,
quanto maior a diferença,
melhor se encaixa!


Entre gritos calados de desespero seguro,
pulo um muro!
E quanto mais me afasto mais nefasto.
Se apropinquar-me, fico fixo,
se fiz-me claro estive prolixo.
Paradoxo em poucas trovas, diferença vontades novas.


A diferença entre a areia nos olhos
e o acordar dos neurotransmissores.
Está nas dores,
entre o tapa e a entrega de flores,


Almas gêmeas desconhecem o adultério,
enquanto opostos não se levam a serio.
Grito em sussurros,
acaricio em finos murros.
E entre antagonismos na maior das diversidades,
sem a ansiedade da idade.
Concluo:
A semelhança jaz, nas diferenças há mais!

Nenhum comentário: