Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de maio de 2008

Demo version

O demo faz com que meu corpo minta.
Ele chuta minha cabeça e me espeta.
E bate no coração para que ele não sinta.
Assim quem bate no peito é o capeta.

O senhor do fogo faz parte de nós.
É o equilíbrio que falta na sanidade.
O racional e o jogo, são sua voz.
O contra peso da balança sua verdade.

Minhas mãos convulsivas.
E a realidade passa a ser meia.
Fogo e reações explosivas.
Sangue e suor escorrem na veia.

Não é de todo mal.
Nem é de todo bem.
O diabo é racional.
É emoções de outrem.

Sinto o brotar de chifres em minha testa.
Uma asa negra e pontiaguda vira meu terno.
Sou a própria encarnação da besta.
Pronto para viver neste terreno inferno.

Nenhum comentário: